Make your own free website on Tripod.com

BUDO KENSHU

O PACTO DO BUDO

(BUDO KENSHU)

 

Estabelecido em 23 de abril de 1987,
pela Associação Japonesa de Budo (Nippon Budo Shingikai)



"O Budo, fundamentado no espírito marcial do Japão antigo, é um aspecto da cultura tradicional, que evoluiu, do "jutsu" ao "do", através de séculos de transformações históricas e sociais. Seguindo o conceito unitário de mente e técnica, o Budo desenvolveu e refinou uma disciplina de treinamento austero que promove a etiqueta, a técnica refinada, o aprimoramento físico e a unificação de mente e corpo. Os japoneses de hoje em dia herdaram estes valores, os quais tem um valor muito importante na formação das suas personalidades. No Japão moderno, o espírito do Budo é uma fonte de energias poderosas e promove uma disposição saudável nos indivíduos. Nos dias de hoje, o Budo se difundiu através do Mundo e vem despertando internacionalmente um grande interesse. Contudo, a preocupação com o mero treinamento físico e a concentração exagerada na vitória representam graves ameaças à essência do Budo. A fim de prevenir esta perversão da arte, devemos nos examinar permanentemente e nos esforçarmos por aperfeiçoar e preservar esta herança nacional. É com esta esperança que estabelecemos o PACTO DO BUDO, a fim de valorizar os princípios fundamentais do Budo Tradicional.

ARTIGO 1 - OBJETIVO

O objetivo do Budo é a educação do caráter; o fortalecimento da capacidade de fazer julgamentos de valor; e o desenvolvimento de um indivíduo bem-disciplinado e capaz, através da participação em um treinamento físico e mental, utilizando técnicas marciais.

ARTIGO 2 - KEIKO (TREINAMENTO)

Ao praticar, deve-se constantemente obedecer ao decoro; aderir aos princípios fundamentais; e resistir à tentação em perseguir a mera habilidade técnica, ao invés de procurar atingir a unidade entre a mente e a técnica.

ARTIGO 3 - SHIAI (PRÁTICA LIVRE)

Durante uma luta ou a execução de um kata, deve-se manifestar permanentemente o espírito do Budo; esforçar-se ao máximo; vencer com modéstia; aceitar graciosamente a derrota; e exibir moderação em todas as suas atitudes.

ARTIGO 4 - DOJO (LOCAL DE TREINAMENTO)

O dojo é um local sagrado para treinar a mente e o corpo. Nele, deve-se manter a disciplina; a etiqueta; e a formalidade. A área de treinamento deve ser um lugar calmo, limpo, seguro e solene.

ARTIGO 5 - ENSINAMENTO

Quando ensinar aos alunos, e a fim de ser um bom professor, o Mestre deve sempre lutar por aprimorar o seu caráter e aumentar a própria competência e disciplina, mental e física. Ele não deve se preocupar com a vitória ou a derrota, nem exibir arrogância quanto à sua superioridade, mas deve manter atitudes compatíveis com o seu papel de modelo.

ARTIGO 6 - PROMOÇÃO

Ao promover o Budo, deve-se seguir os valores tradicionais; incentivar o treinamento substancial; contribuir para a pesquisa; e se esforçar ao máximo em aperfeiçoar e preservar esta arte tradicional, moderada pela compreensão dos pontos de vista internacionais.

A CRIAÇÃO DO PACTO DO BUDO

1. OBJETIVO

Por volta de 1981, o interesse pelo Budo tornou-se internacional e a necessidade de se estabelecer uma Universidade Internacional do Budo, onde pessoas de todo o mundo pudessem estudar, tornou-se evidente. Em razão de influências internacionais, o Budo começou a funcionar como um esporte. O Budo nas escolas tornou-se muito popular, em função dos campeonatos e da sua promoção. Mas ao mesmo tempo, a Associação Japonesa de Budo percebia um interesse crescente, nacional e internacionalmente, pelo Budo como uma expressão da cultura tradicional japonesa. Em resposta a estas tendências, GORO YAMANAKA, um dirigente da Associação Japonesa de Budo, apresentou uma proposta à Diretoria para a criação de uma Comissão para Estabelecer o Significado do Budo (nome sugerido). Esta proposta foi aprovada em 16 de abril de 1981. A função da Comissão seria a de investigar e responder à pergunta : "O QUE É BUDO?" Inicialmente, concordou-se em tentar definir quais princípios espirituais, necessários ao desenvolvimento do indivíduo, são específicos do Budo e comuns a todos os "do". O passo seguinte seria comparar estes princípios fundamentais do Budo com os esportes existentes no Mundo.

1. PROCEDIMENTOS

A comissão foi estabelecida pela Mesa Diretora da Associação Japonesa de Budo. Foram realizadas mais de 20 sessões de debates entre julho de 1981 e março de 1984 e representantes de cada "do" expressaram as suas opiniões e fizeram discursos. O processo foi o de coleta de informações e de construção de um consenso. Quatro autoridades acadêmicas sobre o Budo apresentaram palestras em vários seminários promovidos pela Comissão. EIICHI ERIGUCHI falou sobre "A INTERNACIONALIZAÇÃO DO BUDO E SEUS PROBLEMAS"; o Dr. YOSHIO IMAMURA discursou sobre "MUDANÇAS NO SIGNIFICADO DO BUDO"; KATSUMI NISHIMURA expõs suas idéias quanto a "MUDANÇAS NO BUDO NO SISTEMA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR"; e SHINICHI OIMATSU manifestou-se sobre o "SIGNIFICADO FUNDAMENTAL DO JUDO DE JIGORO KANO E O OBJETIVO DO TREINAMENTO AUSTERO".
Em março de 1983, a Mesa Diretora publicou uma edição adicional do seu jornal, entitulada "UM RELATÓRIO SOBRE O BUDO MODERNO", o qual sintetizava o progresso da pesquisa.
Neste meio tempo, e em preparação para a elaboração do Pacto do Budo, os membros da comissão obtiveram a cooperação de cada "do", na pesquisa de áreas de consenso. A começar de maio de 1982, uma série de artigos sob o título de "UMA EXPLICAÇÃO GENÉRICA QUANTO AO BUDO MODERNO", foram publicados pela Nippon Budokan, no jornal mensal "BUDO". Adicionalmente, 3 Sub-Comissões foram estabelecidas para estudar
a) A ORIGEM E A HISTÓRIA DO BUDO", chefiada por Tatsuo Saimura;
b) "UM PROJETO PARA UNIFICAR O BUDO", chefiada por Shinichi Oimatsu; e
c) "A IMAGEM DO SER HUMANO IDEAL", chefiada por Ueshiba Kisshomaru. Em junho de 1983, HIROICHI TSUJIHARA, Presidente da Diretoria, após Goro Yamanaka, assumiu a responsabilidade de completar o Pacto do Budo, passando a participar da Comissão dos Quatro. Os membros da Comissão concordaram em definir um plano para o conteúdo do Pacto, que representasse uma orientação concreta para praticantes austeros. Em outubro de 1984, a Comissão para a Elaboração do Pacto do Budo foi formada, com Hiroichi Tsujihara como Presidente e mais os Drs. YUZO KISHINO, KATSUMI NISHIMURA, GORO HAGAWA e SHINJI NAKABAYASHI. A Comissão se reuniu 16 vezes. A fim de chegar a um consenso quanto aos princípios do Budo, a Comissão estudou a documentação apresentada nos encontros da Academia Japonesa de Budo e outros foros. Foi apresentada uma proposta de um Pacto do Budo aos budo japonêses e à comunidade. Foi igualmente apresentada uma proposta à Associação Japonesa de Budo, a qual foi respondida pelos "do" e reformulada. Em janeiro de 1987, finalmente, a Mesa Diretora da Associação Japonesa de Budo aprovou o Pacto do Budo.

2. APLICAÇÃO

O Pacto do Budo foi estabelecido pela vontade coletiva da Associação Japonesa de Budo, a fim de encorajar o desenvolvimento correto do Budo. Embora cada "DO" tenha firmado o pacto, a aplicação das suas linhas gerais é condicionada às suas condições específicas.


NOTAS

1. O ideograma chinês (kanji) para a palavra "jutsu" é composto por "gyo"(estrada ou caminho) e"shutsu(prender-se ao caule). Jutsu, assim, indica a estrada que as pessoas seguem por muito tempo. É, portanto, o método ou caminho que as pessoas seguem, desde tempos imemoriais, ou seja, é o caminho tradicional. Jutsu tem ainda os seguintes sentidos :
a) arte ou habilidade;
b) disciplina tradicional;
c) ensinar aos outros da mesma forma com que fomos ensinados.

2. O ideograma chinês (kanji) para a palavra "do" (ou "michi") é composto por "shinnyu" (movimento dos pés) e "shu" (cabeça). A cabeça deve encarar a direção para onde queremos ir. Deve ser a estrada ou o caminho que pretendemos seguir. Em Kanji, "do" significa ainda modo de pensar, a disciplina e o método que devemos seguir.

(Notas de 3 a 8 omitidas)
(Nomes dos membros da Comissão omitidos)

O PACTO DO BUDO (BUDO KENSHO) - Determina o propósito e o significado do treinamento no Budo. A Comissão do Pacto do Budo incluiu representantes das seguintes disciplinas do Budo : Judo, Kendo, Kyudo, Sumo, Karatedo, Aikido, Shorinji Kempo, Naginata e Jukendo.
Submetido, respeitosamente, à consideração de todos

AKIHIRO OMI